Notícias do Litoral do Paraná

Projeto do Governo prevê mudanças para a suspensão da CNH por acúmulo de infrações no trânsito

O governo oficializou a decisão em mudar o prazo de validade da carteira do motorista e também de aumentar a quantidade de pontos para que o motorista perca a habilitação por excesso de infrações.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, afirmou que a pasta enviará nesta semana ao Palácio do Planalto uma proposta de projeto de lei que trata das alterações. De lá, o documento seguirá até a próxima sexta-feira para a avaliação no Congresso. O governo pretende aumentar para 40 pontos o limite que define a suspensão do documento para dirigir. Pela legislação atual, o condutor pode perder a carteira se acumular 20 pontos ou mais ao longo de 12 meses, conforme o peso das infrações cometidas no trânsito. No mesmo projeto, será proposto o aumento de 5 para 10 anos no prazo de validade para a renovação da CNH. Esse intervalo valerá até a pessoa completar 50 anos, quando então a renovação volta a ser feita de 5 em 5 anos."

"Haverá casos especiais que determinam um tempo menor do que 10 anos padrão, conforme o texto elaborado pelo Ministério da Infraestrutura. É o caso de indícios de deficiência física, mental ou de progressividade de doença que venham a diminuir a capacidade do motorista de dirigir.

 

Estudo viabiliza mudanças

Segundo Tarcísio Freitas, as questões que envolvem a renovação da CNH e a perda maior de pontos necessitavam de um estudo mais elaborado e pesquisas de dados internacionais para formar uma convicção técnica que viabilizasse as mudanças. O projeto, na visão dele, tornará o processo mais ágil, principalmente na suspensão da CNH em casos de infrações muito graves, como dirigir sob o efeito de álcool."

Segundo Tarcísio Freitas, as questões que envolvem a renovação da CNH e a perda maior de pontos necessitavam de um estudo mais elaborado e pesquisas de dados internacionais para formar uma convicção técnica que viabilizasse as mudanças.

O projeto, na visão dele, tornará o processo mais ágil, principalmente na suspensão da CNH em casos de infrações muito graves, como dirigir sob o efeito de álcool. "Hoje você perde a carteira com 20 pontos. E vai passar a responder o processo de suspensão com 40 [pontos]. No entanto, para aquelas faltas mais graves, como a questão da alcoolemia, a gente vai simplificar o processo de suspensão, para fazer com que ele seja feito de forma mais rápida" disse.

 

Tarcísio Gomes de Freitas, ministro da Infraestrutura.

O órgão ministerial informa que, atualmente, o processo de suspensão em casos de infrações graves e gravíssimas chegam a ser analisadas por seis instâncias. A partir da nova medida, o trâmite cairá para três instâncias antes de o motorista ter o direito de dirigir suspenso.

"Puniremos com mais celeridade o condutor que comete infrações mais graves e também aumentaremos a quantidade de pontos para aqueles que cometem infrações mais leves. Já o distraído, que passa repetidamente num pardal, não faz sentido ele perder a carteira com 20 pontos" disse.

"À época, Tarcísio Freitas argumentou que a renovação do documento a cada cinco anos não trouxe melhorias nos índices de violência no trânsito e sinalizou que a validade poderia ser até mesmo superior aos 10 anos.

"Já houve época em que você tirava a carteira de motorista com 20 anos e só renovava com 40. E isso é bastante razoável, porque é quando você começa a perder um pouco da acuidade visual, a vista começa a falhar, e é necessário renovar os exames de vista.” O responsável pela pasta da Infraestrutura disse ainda que há outros procedimentos, sem citar quais, que precisam ser alterados, relacionados a resoluções do Contran (Conselho Nacional de Trânsito).

"Estamos com uma Medida Provisória que está para ser editada que muda as resoluções do Contran. E assim que alterarmos viremos com as primeiras medidas neste sentido", salientou Tarcísio Freitas.

Entre os assuntos, possivelmente, relacionados estão o fim da obrigatoriedade do uso de simuladores como condição para se requisitar a carteira de motorista e a continuidade ou não da placa padrão Mercosul no país."

 

Preso autor de agressão com pedradas em Morretes e vitima ...

       Um homem foi brutalmente espancado com golpes de pedra, na madrugada deste domingo, 21, na cidade de ...

Policial

Apreensão de cerca de 2 toneladas de cocaína e 300 kg de ...

     O Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), da Polícia Militar (PM), apreendeu cerca de duas toneladas ...

Policial

Veiculo pega fogo em avenida próximo a rodoviária de ...

    Veículo Fiat Uno pegou fogo no motor nesta quinta (18) por volta das 8h50. Funcionários de uma empresa de ...

Geral

Homem morre atropelado por moto na região rural de Guaratuba

Um homem morreu atropelado por uma moto nesta noite de quarta (17) na estrada do Cubatão região rural do muncípio de ...

Policial

Publicada no Diário Oficia lei que inclui autismo nos ...

O Diário Oficial da União publica em sua edição desta sexta-feira (19) a Lei nº 13.861/2019, sancionada nessa ...

Geral

Primeira menina no Paraná a se federar e jogar uma ...

     A Federação Paranaense de Futsal aprovou nesta semana a participação da atleta Luísa Kleinhans no Campeonato de ...

Esportes


 

 

 

 


 

 

 

 

Previsão do Tempo

 

booked.net