Notícias do Litoral do Paraná

Prisão de 20 pessoas realizada pelo GAECO no Litoral, Curitiba e Região Metropolitana

   Na quinta-feira, 9, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Paraná (MPPR), com apoio da Corregedoria da Polícia Militar do Paraná (PMPR)

cumpriu mandados de prisão de 16 pessoas, algo que foi complementado com outras quatro prisões de suspeitos em flagrante, em ação realizada em Matinhos, Guaratuba, no litoral, e em Curitiba e outras cidades da Região Metropolitana. Segundo o MP, dentre os presos estão dois soldados da PMPR, um deles reformado. Além das prisões, foram cumpridos 24 mandados de busca e apreensão. "Os mandados foram expedidos pela 9.ª Vara Criminal de Curitiba em decorrência de investigação que detectou a existências de duas organizações criminosas, cujos líderes são os dois policiais militares, constituídas para a prática de crimes de roubo, furto, usura e lavagem de dinheiro", informa a assessoria do MPPR. Entre os policiais investigados, um deles já havia sido condenado por mais de 24 anos de prisão por tráfico, associação para o tráfico e corrupção passiva, bem como investigado por lavagem de ativos. "

"O outro policial está sendo investigado por roubo, furto e lavagem de ativos. Ambos estiveram presos durante um período no Batalhão da Polícia de Guarda, em Curitiba, ocasião em que trocaram informações e entrelaçaram as atividades dos dois grupos para lavagem de dinheiro", explica o GAECO. Além de Matinhos, Guaratuba e Curitiba, a ação conjunta foi realizada em Fazenda Rio Grande, Campo Largo, Piraquara, Campina Grande do Sul e São José dos Pinhais. COORDENADOR DO GAECO DETALHA OPERAÇÃO O coordenador estadual do Gaeco, Leonir Batisti, concedeu coletiva à imprensa em Curitiba na sede do órgão. Segundo ele, os mandados foram devidamente cumpridos na Região Metropolitana e no litoral. "As investigações são principalmente de lavagem de dinheiro, mas têm como antecedentes tráfico e corrupção no caso de um soldado já condenado pela Justiça. E no outro caso uma investigação pelo caso de furto e roubo e também a lavagem", detalha. Batisti detalhou a atuação dos policiais que foram presos nos crimes investigados. "A apuração que estamos fazendo é que cada um dos policiais estreitou relação quando estava preso. Foram constituídos dois grupos de organizações criminosas que tinham o propósito de ocultar aquele produto, em um caso do tráfico e corrupção e no outro caso de roubo e furto que ainda é objeto de investigação", explica. Outras quatro pessoas foram também presas pelo Gaeco por porte ilegal de arma de fogo e de equipamento para bloqueio de sinais. "Ao todo, até o momento, foram apreendidos R$ 44 mil", completa.

Divulgue essa notícia em suas Redes Sociais ou envie por E-mail

Veja fotos de como ficou a casa atingida pela ressaca em ...

  Uma forte ressaca atingiu no bairro Caierias em Guaratuba deixou uma casa destruída e outra parcialmente ...

Geral

Reintegração de posse pode deixar mais de 60 famílias sem ...

     Moradores do Bairro Eliane em Guaratuba foram notificados com uma ação de despejo, mais precisamente a ...

Geral

Morreu nesta segunda o ex-piloto de F1 Niki Lauda aos 70 ...

       O austríaco três vezes campeão mundial de Fórmula 1 Niki Lauda morreu nesta segunda-feira, aos 70 anos, em ...

Esportes

Forte Ressaca atinge residencia no Bairro de Caieiras em ...

Foto: Joeldir Albuquerque      Uma forte ressaca atingiu no litoral da região Sul teve efeitos em dois pontos de ...

Geral

PR-508 terá evento esportivo no domingo (19)

PR-508 terá evento esportivo no domingo (19) Fluxo de veículos na Alexandra-Matinhos seguirá em meia pista entre os ...

Esportes

304 Quilos de cocaína é encontrado em contêiner no Porto de ...

A Receita Federal apreendeu 304 quilos de cocaína em um contêiner no Porto de Paranaguá, no litoral do Paraná, na ...

Geral


 

 

 

 


 

 

 

 

Previsão do Tempo

 

booked.net