Notícias do Litoral do Paraná

Vacina contra o sarampo consta no Programa Nacional de Imunização

     Segundo a Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), a cobertura vacinal contra o sarampo no litoral do Paraná foi de 56,49% em 2018, enquanto o indicado pelo Ministério da Saúde é 95%.

Por enquanto, não há campanha de vacinação prevista como ocorre no Estado de São Paulo, que vem registrando casos da doença. A Tríplice Viral (contra sarampo, caxumba e rubéola) está disponível durante todo o ano nas unidades de saúde, já que consta no Programa Nacional de imunização. O início da notificação compulsória da doença no Brasil foi em 1968. No mesmo ano, a vacina passou a ser disponibilizada na rede pública de saúde. O grande surto no Paraná foi em 1998, com 873 casos confirmados e um óbito. O último caso de sarampo confirmado no Paraná foi em 1999, em São José dos Pinhais. 

DOENÇA DE FÁCIL TRANSMISSÃO

O contágio é muito maior que o da gripe, sendo que um indivíduo pode transmitir a doença para até 10 pessoas. “É uma doença altamente contagiosa, viral, de fácil transmissão pelo ar através da fala, da tosse, do espirro, com uma facilidade muito grande. A doença provoca febre alta no início, coriza, congestão e conjuntivite. Depois de três a quatro dias começam a aparecer manchas vermelhas no corpo”, disse o coordenador da Divisão de Doenças Transmissíveis da Sesa, Renato Lopes. O Brasil perdeu o certificado de área livre de sarampo após identificar mais de 10 mil casos em 2018. Segundo o Ministério da Saúde, sete Estados têm maior gravidade, entre eles Rio de Janeiro e São Paulo, sendo que este lidera o ranking com 633 casos. ORIENTAÇÃO A PROFISSIONAIS DE SAÚDE A Sesa tem realizado reuniões com profissionais das 22 Regionais de Saúde do Estado para esclarecer sobre as medidas preventivas e o diagnóstico precoce do sarampo. “O Governo do Paraná está em alerta, reforçando as orientações para que os profissionais das nossas unidades estejam atentos e mantenham a agilidade necessária diante de possíveis casos. Nossa ação neste momento é de prevenção”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto. Ela ainda esclareceu que hoje o Paraná não tem casos confirmados de sarampo, mas a doença é altamente contagiosa. “Sabemos que cinco pessoas com suspeita da doença, vindas de São Paulo, passaram pelo nosso Estado; então temos que discutir estratégias de prevenção e reforçar as informações junto às reas técnicas”, explicou a diretora de Atenção e Vigilância em Saúde da Sesa, Maria Goretti David Lopes.

Três pessoas são presas com drogas, dinheiro, armas e ...

     Na tarde de quinta-feira (5), uma equipe policial da 2ª Companhia do 9º BPM, após denúncias, efetuou a prisão de ...

Policial

Motorista perde o controle do veículo e capota no bairro ...

Foto: Redes Sociais      Por volta das 16h desta quinta(6) a condutora perdeu o controle de seu veículo e capotou em ...

Geral

Encontrado morto homem que estava desaparecido em Matinhos

     O corpo de João Carlos dos Santos, de 61 anos, que estava desaparecido desde o último domingo (1) após ter saído ...

Policial

Veículo furtado em Paranaguá é recuperado pela PM em ...

Imagem Ilustrativa      No início da madrugada desta segunda-feira (2), policiais militares da 2ª Companhia do 9º ...

Policial

Mais dois assassinatos marcaram o final de semana no Litoral

Foto: Redes Sociais      Duas pessoas foram assassinadas no Litoral do Paraná neste domingo (1). As mortes foram ...

Policial

Vítima de afogamento em Guaratuba não resiste e morre no ...

       Thiago dos Santos Gonçalves, de 22 anos, morreu na madrugada de sábado, 30, no Hospital Regional, onde estava ...

Policial


 

 

 

 


 

 

 

 

Previsão do Tempo

 

booked.net