Notícias do Litoral do Paraná

Entenda o Ritmo Variável na Vacinação entre as Cidades do Paraná

O ritmo da vacinação está diferente em várias cidades do Paraná. Guaratuba, por exemplo, está vacinando com 55 anos ou mais, enquanto Matinhos já está nos 35 anos.

Segundo o secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto, o motivo da diferença entre as cidades seria uma orientação do Ministério da Saúde para que os municípios utilizassem a carga disponível para a segunda dose do imunizante como a primeira. "Algumas cidades fizeram isso e ao longo do tempo criou uma disparidade, 195 cidades não fizeram isso, outros 204 fizeram. Quando faltou a segunda dose para os 204 o Ministério repôs, mas isso fez que esses municípios abrissem frente na vacinação", afirmou Beto Preto, em entrevista à RPC. Com as mesmas doses recebidas, cidades com populações semelhantes, que utilizaram a segunda dose da vacina como primeira, acabaram vacinando mais pessoas com a primeira dose.

A distribuição das doses segue critérios de população e faixa etária dos municípios. Cidades que estão vacinando uma faixa etária maior tendem a ter um índice de vacinação na segunda dose maior, em comparação com as que utilizaram toda a carga como primeira dose.

Paranaguá, por exemplo, está com um ritmo mais acelerado da vacinação por causa dos trabalhadores do porto, que receberam o imunizante recentemente.

População adulta vacinada até setembro

O governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou nesta segunda-feira (14), no Palácio Iguaçu, que toda a população paranaense com mais de 18 anos receberá ao menos a primeira dose da vacina contra a Covid-19 até 30 de setembro. Esse público, não contemplado nos grupos prioritários, é formado por 8.736.014 pessoas. A expectativa leva em consideração a manutenção do cronograma do governo federal.

“Temos trabalhado muito para aumentar o volume da vacinação no Paraná. E, dentro do quantitativo de doses que estamos recebendo semanalmente do Ministério da Saúde, vamos vacinar toda a população acima de 18 anos com uma dose até o fim de setembro e assim ajudar a proteger as famílias paranaenses. É um compromisso do Governo do Estado”, destacou Ratinho Junior.

O governador lembrou que o Paraná conta atualmente com a distribuição de três imunizantes: AstraZeneca/Oxford/Fiocruz, CoronaVac/Butantan e Pfizer/BioNTech. Para esta semana, é esperada no Estado a chegada de um quarto medicamento: a vacina Janssen, fabricada pelo braço farmacêutico da Johnson & Johnson. Administrada em apenas uma dose, ela será destinada ao grupo prioritário dos trabalhadores da carga pesada.

Guaratuba já recebeu visita de espécie de jacaré encalhado ...

Um jacaré foi encontrado morto próximo a praia do Pico de Matinhos, durante a manhã de terça-feira (9). O réptil, que ...

Geral

Área Rural de Guaratuba tem caso de Roubo

Uma propriedade na área rural de Guaratuba foi roubada na tarde desta quinta-feira (21), na localidade de Pedra ...

Geral

Variante chega em Garuva SC

A Prefeitura de Garuva, através da Secretaria Municipal de Saúde, informou, nesta segunda-feira (04), que foram ...

Geral

PM Prende Casal de Traficantes no Centro de Guaratuba

Uma equipe policial militar fazia patrulhamento pela área central de Guaratuba, quando verificou um veículo Peugeot ...

Policial

Paraná Receberá mais Vacinas para Vacinação de Adolescentes ...

O Paraná deve receber a partir da próxima quarta-feira (15) vacinas contra a Covid-19 direcionadas para o início da ...

Geral

Carro de luxo colide com poste e deixa residências sem luz ...

Um carro de luxo colidiu com um poste na rua Tibagi, no bairro Cohapar, na manhã desta quarta-feira (25).

Geral


 

 

 

 


 

 

 

 

Previsão do Tempo

 

booked.net